Crônicas

Revendo parte do que passou

O carnaval se transformou em cinzas. Pouco restou da folia. Nesta quarta-feira o sol brilha forte. Parece que a chuva vai dar tréguas. Também pudera! Nunca vi tantas águas rolarem. Tantas pessoas naufragarem nas enchentes. Tantas vidas ceifadas. Principalmente aquelas menos afortunadas. Que vivem dependuradas nos barrancos. Naqueles barracos de zinco. Construções feitas onde não […]

Continuar lendo